Cerca de 39 mil refeições são servidas durante a Expodireto Cotrijal

Cerca de 39 mil refeições são servidas durante a Expodireto Cotrijal
Milhares de pessoas frequentam diariamente a Praça de Alimentação Central da feira
14/03/2019 edição 2019

Milhares de pessoas visitam os locais de alimentação da Expodireto Cotrijal todos os dias. A maior concentração ocorre durante o horário de almoço, entre 10h30 e 15h, momento em que várias equipes de colaboradores trabalham a todo vapor para que todos os visitantes sejam bem atendidos. No total, cerca de 39 mil refeições deverão ser servidas durante a feira.

Na Praça de Alimentação Central, a projeção é de que sejam servidas entre 18 mil e 20 mil refeições durante os cinco dias de evento. No restaurante, serão outras 14 mil, enquanto que o Refeitório da Produção Animal deverá servir cerca de 5 mil refeições. Neste cálculo, não entram os lanches. Todos os alimentos são oriundos do Supermercado Cotrijal.

“O trabalho na Praça de Alimentação Central inicia às 7h, onde atuam 150 colaboradores, sendo 41 terceirizados e o restante são associados da Cotrijal. Temos equipes que atuam na cozinha, no assado, na salada, nos bufê e na copa”, relata a gerente dos Supermercados Cotrijal, Ana Cristina Bocasanta.


Churrasco que não acaba mais

Os números da Expodireto impressionam. Apenas no setor de assado, são ofertados 4,6 mil quilos de carne de gado durante toda a feira, 3,5 mil quilos de carne suína e 3 mil quilos de linguiça de frango.

O responsável por assar as carnes é o associado da Cotrijal Décio Kern, que coordena uma equipe de 18 pessoas. “Colocamos no fogo por volta das 8h45 e assamos devagar. Um dia antes, a gente tempera e armazena tudo na câmara fria. O segredo é assar com calma e ter experiência”, revela Kern.


800 quilos de arroz

Na cozinha atuam 29 pessoas coordenadas de perto pela associada da Cotrijal Ilma Rambo. Ela atua como chefe de cozinha há 15 edições da feira.

“Às 7h começamos a fazer o arroz e colocamos o feijão para cozinhar. Para dar tudo certo é preciso ter experiência e não afrouxar, tem que ficar sempre atento”, assegura Ilma.

Nesta edição, durante toda a Expodireto, deverão ser servidos cerca de 800 quilos de arroz, 135 quilos de feijão, 800 quilos de massa e 27 sacas de batata.


Sete tipos de saladas

A associada Adelise Daumling é a responsável pelas saladas, pães e cucas oferecidas no almoço. Ela atua na feira desde a primeira edição do evento. “Oferecemos sete tipos de saladas. O segredo para que tudo dê certo é a atenção”, sentencia Adelise.

Nesta edição, Adelise chefia uma equipe de 18 pessoas. Durante a feira, serão servidos, aproximadamente, mil quilos de vagem, 500 quilos de tomate, mil cabeças de couve-flor ou brócolis e 300 quilos de beterraba, dentre outras variedades de saladas.

Trabalho realizado com antecedência

O serviço de alimentação da Expodireto começa 15 dias antes da feira, quando uma equipe de nove associados inicia a montagem da estrutura de mesas e bancos, além da higienização de pratos e talheres. Aliás, são cerca de 5 mil pratos e são necessários dois dias inteiros de trabalho, antes da feira, para lavar todos.

Da esquerda à direita: Ilma Rambo, Décio Kern e Adelise Daumling responsáveis, respectivamente, pelos setores de cozinha, assado e saladas

Fonte: Assessoria de Imprensa da Expodireto Cotrijal


Compartilhar:
Todos los derechos reservados © 2019