Ano Internacional das Cooperativas em destaque

Ano Internacional das Cooperativas em destaque
05/12/2011 noticias
O objetivo é unir entidades e o sistema cooperativo para debater os anseios do setor

A Organização das Nações Unidas (ONU) reconhece o modelo de negócio cooperativo como um fator importante no desenvolvimento econômico e social dos países. E durante a 64 Assembleia Geral das Nações Unidas foi aprovada a resolução sobre "As Cooperativas e Desenvolvimento Social", que declara 2012 como Ano Internacional das Cooperativas (IYC sigla em inglês). Esta é a primeira vez na história que um ano será dedicado ao setor cooperativista. A notícia foi recebida por dirigentes do mundo inteiro com grande aceitação, o que motivou a organização da Expodireto Cotrijal - Feira Internacional, a debater e realizar ações durante a 13 edição da feira focando o sistema cooperativo gaúcho e brasileiro. Segundo o presidente da Cotrijal, Nei César Mânica, o objetivo é mostrar a força do cooperativismo dentro do agronegócio e do setor primário. "Vamos mostrar o cooperativismo de trabalho, de crédito, de produção e unir a FecoAgro, a Ocergs e a CCGL para energizar as ações cooperativistas na feira", destaca o presidente, revelando que uma dessas ações acontecerá no Recanto Temático, com a participação da Coprel. Na última edição da feira (2011), o cooperativismo já foi destaque com a realização do 1 Seminário Internacional do Cooperativismo, desenvolvido pelo Sistema Ocergs-Sescoop/RS, Sicredi, FecoAgro e Cotrijal. O evento reuniu lideranças e produtores brasileiros e estrangeiros. Feira deve mais uma vez mostrar sua força política A Expodireto Cotrijal, ao longo dos últimos anos, tem mostrado força política ao debater assuntos relevantes para o agronegócio e contribuir com o encaminhamento de soluções para problemas que afligem os agricultores. Em 2011, o Código Florestal Brasileiro ganhou evidência na feira. O debate reuniu as mais influentes personalidades políticas e levou à organização de um mutirão para arrecadar assinaturas e solicitar a votação imediata das mudanças propostas no código, na época, pelo deputado Aldo Rebelo. Com o objetivo de aproveitar a visita do grande número de políticos que prestigiam a feira, em 2012, além da importância do cooperativismo, devem ser debatidos outros assuntos que estão em destaque no meio agrícola e que dependem de encaminhamento via Congresso Nacional ou outros órgãos legislativos, executivos e judiciários.


Compartilhar:
Todos os Direitos Reservados © 2019
Desenvolvido por: BRSIS