Projeto Soja Brasil encerra com fórum na Expodireto

Projeto Soja Brasil encerra com fórum na Expodireto
13/03/2014 noticias
Balanço da expedição foi realizado nesta quinta-feira, 13, com transmissão ao vivo pela TV e internet

Depois de rodar mais de 40 mil quilômetros, o Projeto Soja Brasil encerrou a segunda edição com a realização do fórum "Balanço da Expedição 2013/2014: Desafios além da porteira", na Expodireto Cotrijal, em Não-Me-Toque, no Rio Grande do Sul. O painel fez um balanço da viagem das equipes de jornalistas e especialistas que percorreram 14 Estados do País, além dos Estados Unidos, Uruguai, Paraguai e Argentina. O levantamento feito pela equipe do Projeto Soja Brasil mostrou o ataque de pragas e as dificuldades climáticas devem reduzir a safra de soja deste ano para próximo dos 85 milhões de toneladas. A expedição também se deparou com realidades muito distintas nos diversos pontos de produção de soja do país, mas um problema comum: a dificuldade no controle da lagarta Helicoverpa armigera. Para Glauber Silveira, presidente da Aprosoja Brasil, a expedição cumpriu um papel essencial nesta edição, pois ajudou os produtores nos momentos de incerteza de preço, e os fóruns trouxeram informações de especialistas no assunto. Silveira cita, como exemplo, o problema da praga Helicoverpa armigera, que esteve presente durante a safra e que foi debatido durante a expedição. "Todos os dias reportamos a situação da lagarta Helicoverpa nas diferentes regiões produtoras de soja e entrevistamos produtores e técnicos que informaram os cuidados necessários para controlar a praga. A ideia é exatamente essa - levar informação ao produtor." O Fórum Soja Brasil teve transmissão ao vivo pelo Canal Rural e pelo site C2Rural (c2rural.ruralbr.com.br), sob o comando do jornalista João Batista Olivi e com a participação, além do presidente da Aprosoja Brasil, da meteorologista Desirée Brandt, da Somar Meteorologia, do analista Paulo Molinari, da Safras & Mercado, do diretor do Sim-Consult, Liones Severo, do consultor Áureo Lantmann, do chefe-geral da Embrapa Soja, José Renato Bouças Farias, do consultor jurídico da Frente Parlamentar da Agropecuária, Rudy Ferraz, e do presidente da Aprosoja-RS, Décio Teixeira. O evento colocou também em debate fatores diretamente relacionados à produção da soja, como mercado, clima, questão indígena, logística e defesa sanitária. Com informações do Canal Rural


Compartilhar:
Todos os Direitos Reservados © 2019
Desenvolvido por: BRSIS